Aguarde um momento, por favor...

 
 
EnglishEnglish
 
Página inicial » União Europeia » Biblioteca Digital
 
Biblioteca Multimédia

A digitalização

Na sequência das Conclusões do Conselho da União Europeia sobre Digitalização e Acessibilidade em linha de Material Cultural e Preservação Digital, publicadas em 7 de Dezembro de 2006, os Estados-Membros da União Europeia, considerando que o património cultural e o conteúdo e as expressões culturais encarnam e transmitem valores fundamentais comuns da União e que constituem testemunho da diversidade cultural e linguística da Europa; que o conteúdo cultural desempenha um papel social e económico determinante; que existe uma procura real de conteúdos digitais por parte dos cidadãos, bem como da comunidade de investigadores; que a digitalização e a acessibilidade em linha do nosso património cultural podem incentivar a criatividade e apoiar as actividades noutros sectores, como a aprendizagem e o turismo, intensificando deste modo a competitividade e o crescimento em toda a Europa, em conformidade com a Estratégia de Lisboa; tendo ainda presente que para evitar a duplicação de esforços e criar sinergias se tornou indispensável uma acção coordenada a nível comunitário, acção essa que teve que ter em conta, que os actuais níveis de progresso e coordenação registados nos Estados-Membros no que respeita à digitalização dos conteúdos e à preservação digital variam consideravelmente de um Estado para outro, tal como as prioridades nacionais nessas áreas. Cabe ainda referir que as dificuldades a ultrapassar na prossecução desta política, tida como prioritária pelo Ministério da Cultura, se relacionam com os avultados meios financeiros que a mesma requer e, bem assim, com os recursos humanos exigidos.

Consulte aqui os relatórios sobre a digitalização

 

A Europeana

A biblioteca multimédia on-line da Europa, "Europeana", está acessível desde Dezembro de 2008 ao público que, através da Internet, poderá aceder a mais de dois milhões de obras dos 27 Estados-Membros da União Europeia. Esta biblioteca virtual conta com livros, mapas, gravações, fotografias, documentos de arquivo, pinturas e filmes do acervo das bibliotecas nacionais e instituições culturais dos 27 Estados-Membros da UE, tendo, por exemplo, de Portugal a Carta plana de parte da Costa do Brasil, um mapa de 1784.

Acessível, em todas as línguas da UE, através do endereço www.europeana.eu, a biblioteca multimédia europeia conta com material fornecido por mais de 1000 organizações culturais de toda a Europa, incluindo museus, como o Louvre de Paris, que forneceram digitalizações de quadros e objectos das suas colecções. Segundo a Comissão Europeia, que lançou esta iniciativa em 2005, este é "apenas o começo", pois a ideia é expandir a biblioteca, envolvendo também o sector privado, e o objectivo é que em 2010 a Europeana dê acesso a pelo menos dez milhões de obras "representativas da riqueza da diversidade cultural da Europa com zonas interactivas, nomeadamente para comunidades com interesses especiais".

"Com a Europeana conciliamos a vantagem competitiva da Europa em matéria de tecnologias da comunicação e de redes com a riqueza do nosso património cultural. Os europeus poderão agora aceder com rapidez e facilidade, num único espaço, aos significativos recursos das nossas grandes colecções", comentou o Presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso. Por seu turno, a Comissária Europeia para a Sociedade da Informação e os Meios de Comunicação, Viviane Reding, apelou "às instituições culturais, editoras e empresas de tecnologia europeias para que alimentem a Europeana com mais conteúdos em formato digital".

Segundo dados da Comissão, no dia da "abertura" da biblioteca,em 20 de Novembro de 2008, houve dez milhões de visitas por hora, tendo essa "tempestade de interesse" deitado abaixo o sistema até Dezembro, o que implicou  a duplicação da capacidade do "site". (Lusa/FIM)

http://www.europeana.eu/