Aguarde um momento, por favor...

 
 
EnglishEnglish
 
Página inicial » Arménio Vieira
 
2009
Arménio Vieira

O laureado com o Prémio Camões 2009, é um poeta cabo-verdiano nascido na Cidade da Praia, Ilha de Santiago, em 1941.Arménio Vieira de seu nome, poeta e ficcionista é autor de quatro livros: Poemas; O Eleito do Sol; No inferno; MITOgrafias.


Intitula-se um rebelde da sua geração, «…uma espécie de Marlon Brando, desaforado, …que andava meio descalço e desabotoado». É um cinéfilo de primeira linha, afirma que deve ter das maiores colecções de filmes do mundo e que se tiver que deixar alguma coisa para trás (nas suas viagens), ficam os livros. «Na verdade, nem precisamos de muitas leituras para escrever…a voz interior é que alimenta. Qualquer coisa que está na consciência e que conduz ao acto criativo».

 

 

Heráclito

«Nunca soube das tormentas
Por que passou Ulisses, nem suspeitava
Do ácido que me degrada tudo: o Rei e o trono, a espada e a coroa.

Guardador de ovelhas
Dessedentava-as um brando rio.
Indiferente ao encanto das nereides
Tocava flauta até ao declinar do sol.

Certo dia, como se um deus
pairasse sobre ele, compreendeu que um rio, qualquer rio, era o símbolo da mais cruel de todas as sinas -o tempo, o irreversível tempo.

Os gregos tinham matado e morrido
Em Tróia. Homero, o cego Homero,
cantou a guerra. Como podia ele
Ver a enrugada face de Helena?»

Ver imagens da entrega do prémio