Aguarde um momento, por favor...

 
 
EnglishEnglish
 
 
Autores
Maria de Lourdes Lima dos Santos (coordenação), Maria João Lima e José Soares Neves.
Colaboração de Inês Duro.
 
Título
Cartografia Cultural do Concelho de Cascais
 
Data de Edição: Setembro de 2005  -  Língua: Português
ISBN: 972-8488-36-X  -  Depósito Legal: 232722-05
Nº de Páginas: 382  -  Tiragem: 1500 Exemplares
Formato: 14,5x20,9  -  Preço: 25,00 €
 
 
Resumo: Neste livro apresenta-se uma caracterização de agentes, eventos e equipamentos do concelho de Cascais, tomando como referência a acção autárquica no domínio das políticas culturais locais. São abordados aspectos como o perfil sociodemográfico de Cascais, o lugar da cultura na orgânica da respectiva Câmara Municipal, a oferta e a procura culturais e a forma como se distribuem pelo concelho, aspectos alvo de uma leitura georeferenciada sempre que oportuna. A um outro nível de leitura, reflecte-se sobre orientações e condicionantes que se colocam à formulação das políticas culturais locais e dá-se conta do modo como estas se situam relativamente a determinados eixos de análise tais como: acesso à cultura, alargamento de públicos, descentralização e diversificação cultural e internacionalização.
 
Palavras-Chave: Autarquias - Políticas culturais - Oferta cultural - Públicos da cultura - equipamentos culturais
 
Índice:
AGRADECIMENTOS
APRESENTAÇÃO
António d’Orey Capucho, Presidente da CMC
Maria de Lourdes Lima dos Santos, Presidente do OAC
INTRODUÇÃO
1. A Cartografia Cultural
2. Sobre as noções de cultura e de políticas culturais
3. A noção de cartografia cultural (de base municipal)
4. Eixos analíticos
5. As fases do método
1. CARACTERIZAÇÃO DO CONCELHO DE CASCAIS
1.1. Caracterização sociodemográfica do concelho
1.2. Estrangeiros residentes
1.3. Cascais como destino turístico
Síntese
2. A CULTURA NA CÂMARA MUNICIPAL DE CASCAIS
2.1. Objectivos programáticos da CMC
2.2. O lugar da cultura na orgânica da CMC
2.3. Recursos financeiros
2.4. Recursos humanos
Síntese
3. EQUIPAMENTOS, SERVIÇOS E AGENTES CULTURAIS COLECTIVOS
3.1. Definições
3.2. Equipamentos e valências
3.3. Serviços e estabelecimentos comerciais
3.4. Associações e fundações
Síntese
4. PATRIMÓNIO ARQUITECTÓNICO E ARQUEOLÓGICO
4.1. Fontes e metodologia
4.2. Património arquitectónico e arqueológico
4.3. Iniciativas autárquicas de valorização do património arquitectónico e arqueológico
Síntese
5. A OFERTA CULTURAL NO CONCELHO DE CASCAIS
5.1. Metodologia: a constituição da Base de Dados Oferta Cultural
5.2. A Oferta Cultural Temporária
5.3. A Oferta Cultural (Temporária) do Casino Estoril
5.4. A evolução da Oferta Permanente dos equipamentos culturais
5.5. Oferta Cultural: Temporária e Permanente
5.6. Eventos culturais recorrentes
Síntese
6. PROCURAS CULTURAIS
6.1. Procuras culturais no âmbito da GAML
6.2. Participantes em iniciativas do ICES
6.3. Perfis de públicos
Síntese
CONSIDERAÇÕES FINAIS
1. Condicionamentos
2. Orientações e dilemas
3. Políticas culturais: entre objectivos e resultados
BIBLIOGRAFIA E FONTES
ANEXO A – Glossário de termos
ANEXO B – Lista de campos das bases de dados da cartografia
ANEXO C – Catálogo-Inventário do Património Histórico-Cultural do Município de Cascais (Imóveis Classificados e Imóveis em Vias de Classificação)
ABREVIATURAS